domingo, abril 30, 2006

Meu tïmpano agradece, o que sobrou dele pelo menos.

Hj ao ler que os Mutantes (menos Lee) já estão ensaiando para a tão esperada apresentação londrina, não consigui evitar que meu coração transborda-se de alegria.
Minha alegria foi maior ainda ao perceber que o mesmo aconteceu com meu filho e neto enquanto ambos liam a mesma noticia.

Fiquei Feliz por ter "feito" alguma coisa de bom por duas gerações. Apresentei-os aos Mutantes.

Nesse clima de "rivaiveu" estou cogitando tirar do estado de imbernação a minha banda dos meus tempos de menino (e como isso tem tempo). Esta aconteceu logo após a invenção do "pau elétrico", sem pederastia por favor. Graças a uma dupla Baiana muito da porreta, Dodo e Osmar, pois um dos dois inventou a, hoje, famosa guitarra, ou como chamaram "pau elétrico".

O engraçado é que meu neto custou a acreditar que esse fato é real, história de verdade. Pois pra ele e pra maioria das pessoas o fabuloso instrumento elétrico foi inventado pelo senhor Fender .

Esta é mais uma demostração do desconhecimento da nossa cultura e do descrédito que damos a nós mesmo.

Tudo bem que pra muitos isso pode ser "só" um instrumento barulhento, mas o descredito, que temos por nós e os outros tb, atinge proporções ridículas.

Exemplo; os Estados Unidos atribuem aos irmãos Orville e Wilbur Wright e a verdade é que quem voou de verdade, como se voa hj em dia, foi o Sr. Dumout. Mas seria um pecado dar o acredito da aviação moderna a esses "selvagens do Sul", no caso nós.

Viva o conhecimento... fiquei tão emocinado escrevendo que vou até comer uns pão de queijo com café pra relaxar.

Como diria meu neto... "Já é leski, fui."

quinta-feira, abril 13, 2006

Estou aqui, finalmente...

Pois é, depois de muito tempo eu resolvi aparecer aqui, no blog favorito da Hebe e da Dercy!
Ok, essa foi ruim, eu admito.

E sim, sou eu mesmo, o personagem criado por Frank Zappa e narrado por Captain Beefheart!

sábado, abril 01, 2006

Essa juventude...

Outro dia escutei um moleque dizendo que foi num tal de "Claro que é Rock" e que o tal festival foi muito foda.

Alguns fatos nessa frase precisam ser observados.

a) Moleque tornou-se vocabulário de velho, a gíria correta é "Leki" e para os mais moderninhos , (que tb já é outra gíria de velho) "Leski".

b)
Já é, por mais absurdo que pareça tb virou gíria. Acredite.

c) o Claro
do festival não é uma simples enfase gramatical. É o nome de uma empresa de celulares que patrocinou o evento.

d) Festival de verdade foi o festival da Record, apesar de não ser um adverbio de intensidade

e) Mutantes... eles sim eram, "Claro que é rock".

Só não comento mais por que o "Ziraime" não permite.