domingo, junho 18, 2006

Bussunda e o outro assunto do momento...

Bem, creio que todos devem saber que o humorista Bussunda faleceu devido à um ataque cardíaco fulminante nesta última madrugada.

Pois bem, o post aqui não é para reverenciá-lo por suas ótimas performances e personagens, além de fazer críticas ao Brasil em geral na forma de humor, e, ainda, citar que foi um (novamente, ótimo) roteirista para a "TV Pirata" (desta sim sente-se saudades).

Pois bem (outra vez). "O outro assunto do momento". Ora, qual seria este outro assunto? Óbvio, não? A Copa do Mundo de foot-ball.

Ora, qual a relação de Bussunda com a Copa do Mundo, além de seus personagens?
Nenhuma... ou mais ou menos isso...

Cá estou eu em meu ataques de insônia (pensei que, quanto mais velhos ficasse, mais fácil dormisse, a não ser que tudo isto seja um sonho) e, de repente, surge em minha cabeça um pensamento um tanto quanto estranho e, até mesmo, nonsense. Talvez a morte do humorista tenha um lado positivo. Lembro-me que, na Copa de 2002, uma outra morte marcante abalou o país. A morte do jornalista Tim Lopes. Mais marcante pelo modo que aconteceu, pois nem todos sabiam que este era. E neste mesmo ano de 2002, o que acontece? O Brasil ganha pela quinta vez a tal Copa.

Já no meu caso, está notícia tem um lado pior ainda, pois, rendo-me ao anti-patriotismo (e que patriotismo, hein?) e não torço para o País Tropical este ano, e sim pelo país sede, a Alemanha.

Ah!, antes que me esqueça, peço desculpas a familiares e amigos de Cláudio Besserman Vianna, a.k.a. Bussunda (como se eles [ou alguém] lessem o que aqui escrevo) por citar um lado positivo a sua morte...

Obrigado, e até...

sexta-feira, junho 16, 2006

Como se tornar um revolucionário

Por mais alternativo que vc se julgue ser, mais cedo ou mais tarde vc vai se tornar "quadrado" sem ao menos perceber.
Vejo isso com o meu neto e meu filho.
Acho tudo muito engraçado, rir da "desgraça" dos outros faz bem. Afinal, rir faz bem pra alma.


Meu filho que outrora fora rebelde, contestador e antimoralista aos olhos do meu neto é a imagem enantioforma de tal; eu acabei por me tornar um oráculo, acredite se quiser.

Mas enfim...
Vamos ao recheio do bolo...

"Como se tornar um revolucionário?"


Sem querer ser apocaliptico ou simplesmente rabugento, velho já sou.
A receita é tão simples quanto um receita de bolo.
Veja bem, eu disse simples e não fácil.

Basta aprender a pensar; por si só.
Não importa se vc faz parte dessa geração "fast food-cool-wireless-plug-in-global-multifuncional-materialista-consumista" assim como meu neto.

Pois mais cedo ou mais tarde... será o Sr. ou Sra Quadrado, Fidel Castro que o diga.
Não esteja nem a frente nem atrás do seu tempo, pois ser incompreendido é muito ruim.
Seja atemporal. Aprenda a pensar.

domingo, junho 11, 2006

Viva a Globo!

Não, esse não é um post feito por um revolucionário de fim-de-semana (ou pseudo-revolucionário) acusando a Globo de qualquer merda, ou de comandar o país e blá blá blá.

Mas é, realmente, um post comemorativo a Rede Globo de Televisão, ou melhor, à um de seus comentaristas de futebol (ou foot-ball, como dizem/escrevem nós os mais antigos), Sérgio Noronha, por nos causar algumas risadas!

Reparem no que a idade lhe causa neste vídeo.

Coisa de Velho, não?

Sensacional!

Ah sim, só para lembrar, nada tinha para fazer e estava com preguiça para escrever algo mais sério, então resolvi postar isso mesmo.